Quero ser um doador de órgãos, o que preciso fazer?

    0
    99

    Atualmente, para se tornar um doador de órgãos não se faz necessário deixar nenhum documento por escrito, porém é fundamental comunicar à família o desejo de doação, pois eles serão os responsáveis por autorizar ou não a doação.

    Pela legislação brasileira, não há como garantir efetivamente a vontade do doador, no entanto observa-se que, na grande maioria dos casos, quando a família possui conhecimento do desejo de doar do parente falecido, este desejo é respeitado. Por este motivo, a informação e o diálogo são absolutamente fundamentais, essenciais e necessários. Esta é a modalidade de consentimento que mais se adapta à realidade brasileira. A previsão legal concede maior segurança aos envolvidos, tanto para o doador quanto para o receptor e para os serviços de transplantes.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui